Notícias

SIGA NOSSO

21/11/2017 00:00

Síndrome do olho seco, você conhece?

Você já ouviu falar da Síndrome do Olho Seco? Ela é uma doença que atua na produção ou na qualidade da lágrima e pode provocar o ressecamento da superfície do olho, da córnea e da conjuntiva.

Causas

Segundo a oftalmologista Jana Toscano vários fatores podem causar esta síndrome. “As causas podem ser desde doenças sistêmicas, como artrite reumatoide, por exemplo, doenças oculares, como blefarite, entre várias outras, até fatores ambientais, como exposição ao sol, vento, ar condicionado e poluição”, explica.

Sintomas

Existem alguns sintomas que podem identificar a Síndrome. “Os principais sintomas são ardor, sensação de corpo estranho nos olhos, como ‘areia’, barramento visual e lacrimejamento. Nos quadros mais graves, fotofobia, dificuldade de movimentar as pálpebras e maior produção de muco são também sinais da síndrome”, conta Jana Toscano.

Importância do diagnóstico

A oftalmologista alerta para a importância do diagnóstico. “É muito importante diagnosticar a causa do olho seco, muitas vezes, ao tratar a base, consegue-se tratar ou amenizar o problema ocular. O uso de lubrificantes oculares aliviam os sintomas”, afirma. 

Práticas prejudiciais

De acordo com Jana Toscano algumas práticas diárias colaboram com o aparecimento da Síndrome do Olho Seco. “O uso de equipamentos como computadores, celulares, tablets colaboram para a redução do número de piscadas, fator que contribui para a diminuição da lubrificação ocular, podendo causar ou agravar um quadro de olho seco”, finaliza.