Notícias

SIGA NOSSO

17/01/2018 08:40

Férias – Veja dicas de como prevenir acidentes domésticos

As férias chegaram! Neste período, é preciso redobrar a atenção para evitar acidentes em casa. De acordo com a enfermeira e professora da Ciências Médicas, Kamyla Félix, é necessário observar alguns aspectos que envolvem as crianças. “Para a criança, tudo é novidade, e descobrir o mundo dentro da sua própria casa é o seu objetivo primordial. Esta curiosidade tem exposto as crianças a riscos de acidentes domésticos. A casa oferece riscos que causam a morte de cinco mil crianças por ano no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde (2009), lesões não intencionais representam a principal causa de morte na faixa etária de zero a 14 anos de idade no País”, destaca.

O que são acidentes domésticos?

Kamyla explica. “A Política Nacional de Redução da Mortalidade por Acidentes e Violências (2001) elucida que os acidentes domésticos podem ocorrer em maior ou menor grau, perfeitamente previsíveis e preveníveis por intermédio da orientação familiar, 90% deles podem ser evitados com medidas simples de prevenção que envolvem divulgação de informações, mudança de comportamento e ambiente, além implantação de políticas públicas voltadas para este escopo”, enfatiza.

Principais acidentes domésticos

Os principais tipos de acidentes domésticos, segundo dados do Ministério da Saúde (2017) são: afogamentos, quedas, queimaduras, choques elétricos e intoxicações. Estes, por sua vez, estão mais correlacionados as mortes de crianças até 9 anos no Brasil. Kamyla ressalta quais são os lugares da casa que oferecem mais perigo. “De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (2017), as partes da casa que proporcionam maior perigo, por ordem decrescente, são: cozinha, banheiro, corredor, escada, quarto, sala e quintal. Os fatores que levam acontecer esses principais traumas estão geralmente relacionados à iluminação deficiente, móveis ou objetos pontiagudos, piso escorregadio, tomadas elétricas sem proteção (ou mal protegidas), ausência de tela de proteção na piscina e corrimão na escada, objetos perigosos de fácil acesso para as crianças e que causam danos como: panelas no fogo com cabos voltados para fora do fogão,material de limpeza, martelo, serrote, alicate, furadeira, faca, espeto de churrasco, dentre outros”, finalizou.