Alimentos que auxiliam na cicatrização


27/02/2019 09:46

Você sabia que existem alimentos que podem contribuir com o processo de cicatrização? Segundo a nutricionista Mônica Lima alguns alimentos são fundamentais para a formação dos novos tecidos.

Nutrientes, vitaminas e minerais

Para Mônica um nutriente fundamental nesse processo de cicatrização é a proteína. “Isso porque a proteína é um nutriente formador de tecido, e a gente costuma dizer que é o tijolinho que vai formar os tecidos. E podemos encontrar essa proteína em leite e derivados, carnes, frango, ovos, peixe. Esses alimentos são muito importantes e devem fazer parte dessa alimentação. Além das proteínas animais a gente tem as proteínas vegetais, que são a soja, grão de bico, feijão, ervilha, entre outros”.

Também é importante inserir os micronutrientes na alimentação. “A gente deve pensar também nos micronutrientes, que são as vitaminas e minerais. Geralmente nutriente antioxidantes, que são a Vitamina C, E e A, e os minerais que são o zinco, selênio e magnésio, que têm um efeito muito bom na cicatrização. Então, as verduras e legumes elas devem fazer parte, todas as frutas, e essas frutas podem vir na forma de suco também, dependendo do objetivo do paciente. Além disso , as castanhas, amêndoas, amendoim, são ótimas fontes magnésico e zinco”, afirma nutricionista.

Mitos x Verdades

É bem verdade que deixamos de consumir alguns alimentos, por pensar que prejudicam o nosso organismo, mas será que isso é mito ou verdade? Veja o que Mônica Lima explica:

Macaxeira – cientificamente o que tem se visto em relação à macaxeira é que você pode consumir no processo pós cirúrgico, porém você deve dar uma aferventada na macaxeira, excluir aquela primeira água, e cozinhar novamente em uma água nova. Fazendo isso, diminui a quantidade de toxina que tem na macaxeira.

Crustáceos - Com relação aos crustáceos é contraindicado para as pessoas que tem alergias, fora isso não teria contra indicação.

Suínos - A carne de porco também não tem contraindicação, você pode consumir, mas por existir um mito, existe a questão psicológica. Algumas pessoas podem ter alguma reação ao consumir esses alimentos mais relacionado ao problema psicológico, à tensão, ao medo de consumir, mas cientificamente esses alimentos não atrapalhariam a cicatrização, nem a inflamação.