Alunos de Medicina têm aula prática de Neonatologia


06/06/2019 14:17

Os alunos do 4º período do curso de Medicina da Ciências Médicas aprendem na prática como cuidar de um bebê recém nascido, desde a sala de parto, no módulo de Neonatologia – Atenção à mulher e ao recém nascido, ministrada pela professora Jacqueline Apolori.

Primeiros cuidados

Segundo a professora esse módulo é uma oportunidade de crescimento para o aluno de Medicina. “O que a gente passa para os alunos é um aprofundamento maior no recém nascido, com relação ao que a gente pode esperar de normal e patológico. Eu vejo o módulo de Neonatologia como uma oportunidade de crescimento e enriquecimento desses alunos, porque a maioria das faculdades de Medicina não têm esse módulo separado. Com isso, boa parte dos médicos, quando terminam não têm muita noção de como manejar um recém nascido, do que encontrar nessa criança, o que considerar normal e o que considerar alterado. Nessa parte  a gente treina os alunos para depois, mesmo que eles não queiram pediatria, mas que se um dia, como clínicos gerais, eles tiverem que atender um recém nascido tenham a prática, pelo menos de saber se tem alguma coisa errada com aquele bebê ou não”, conta.

Atendimento humanizado

O alunos George Estrela pontua a importância de saber analisar minúcias do recém nascido. “Aqui na disciplina de Neonatologia a gente aprendeu a realizar exames físicos no bebê, a identificar se ele apresenta alguma patologia, se é um bebê normal, como é a conduta no momento de um parto, por exemplo, saber manejar essa criança, como também a importância do cuidado do binômio mãe e bebê. Nesse período a gente dá início as disciplinas clínicas, então estamos vendo Pediatria, Neonatologia, Obstetrícia, e com esses conhecimentos nós somos capazes de prestar um atendimento humanizado e de qualidade”, explica.

Conhecimento em prática

Para a aluna Rafaela Ezequiel a prática é fundamental na sua preparação profissional. “A professora trouxe uma prática do que a gente pode ver nos hospitais e serviços de saúde no geral, e aí vemos como devemos nos portar dentro de uma sala de parto. Eu acho muito importante porque só com a teoria não conseguimos estar completamente preparados para atuar nos serviços, e com essa prática é como se fosse um ensaio para a vida real, onde aqui conseguimos corrigir erros, acertar nas condutas, e colocar em prática aquilo que a gente aprendeu”, afirma.