Projeto de extensão ensina noções de suporte básico para alunos de escola de Cabedelo

Saber agir corretamente em casos de emergência faz toda a diferença. Pensando nisso, o curso de Medicina desenvolve um projeto de extensão chamado Suporte Básico de Vida Pediátrico. “O projeto iniciou-se ano passado e a proposta é levar noções sobre suporte básico de vida em pediatria para leigos. Nossa proposta é que crianças e adolescentes possam atuar momentos de emergência, como um engasgo ou parada respiratória. O foco  do projeto são alunos de escolas do munícipio de Cabedelo que frequentam o 5º, 6º ou 7º ano”, explica a Coordenadora do Projeto, professora Kátia Laureano.

Importância

Kátia destaca que o projeto tem despertado a curiosidade dos alunos e professores das escolas. “De modo geral, as crianças ficam curiosas e apresentam interesse de aprender as técnicas. A gente trabalha com manequins e eles fazem as manobras nos manequins, como as massagens cardíacas”.

Aprendizado recíproco

O projeto conta com a participação de alunos do curso de Medicina do 8ª período até o Internato. “A experiência para os extensionistas tem sido muito gratificante. Eles se sentem realizados quando observam que as crianças estão aprendendo. Também estamos realizando um trabalho de pesquisa, avaliando o aprendizado das crianças”, destacou Kátia.

A futura médica Camila Negri concorda com a professora e enfatiza a importância do projeto. “É muito gratificante e recompensador! Repassar esse tipo de conhecimento é fundamental. Na época da escola não tivemos essa oportunidade e agora eles estão tendo. Quanto mais a gente conseguir difundir essas técnicas melhor será para a nossa sociedade”.